Participe

Jovem é preso após fugir, atirar em PMs e bater carro contra viatura em Fabriciano

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, carro e atividades ao ar livreNo início da madrugada de hoje (8), após receberem informações, policiais militares desmantelaram uma organização, comandada por dois irmãos que estão presos, que tinha o objetivo de desfazer de um desafeto, no bairro Manoel Maia, em Coronel Fabriciano-MG, no Vale do Aço.

De acordo com a Polícia Militar, os envolvidos usariam um veículo clonado, que estava em poder da organização, para matar uma pessoa. Os militares passaram a monitorar o local onde a organização atuava. Eles viram uma pessoa que estava em um veículo, Ford Ecoesport, de cor preta, realizando contato com os outros integrantes do grupo. O motorista seguiu sentido a avenida Padre Am

érico Magalhães, onde a equipe de polícia realizou o cerco. A PM deu a ordem de parada, mas o condutor não obedeceu e evadiu em alta velocidade.

Segundo a corporação, outra equipe policial tentou interceptar o veículo, porém, o condutor desobedeceu e atirou em direção aos militares, que revidaram os tiros. Após a continuar a fuga, G.L.P de S., 21 anos, perdeu o controle direcional e bateu, frontalmente, o veículo contra a viatura da PM, ferindo um policial. O carro dos militares, ao ser atingido, perdeu os freios, desceu desgovernado pela via e bateu em um portão de uma residência. G.L.P sofreu um ferimento no pé direito, encaminhado ao Hospital Dr. José Maria Morais, onde recebeu o atendimento médico e, em seguida, conduzido à Delegacia de Polícia Civil. O PM também foi atendido na unidade hospitalar.

Conforme os militares, no carro do suspeito, foram localizados um revólver municiado e munições de calibre 9mm. Além desses materiais, um capacete e dinheiro foram apreendidos. A polícia informou que o veículo utilizado pelo preso foi roubado em Ibirité, Região Metropolitana de Belo Horizonte, no dia 29 de janeiro. O carro foi removido ao pátio credenciado pelo Detran.

Fonte: Plox

 

Evangelho do Dia

 

Mc 7,31-37

 

Naquele tempo, 31Jesus saiu de novo da região de Tiro, passou por Sidônia e continuou até o mar da Galileia, atravessando a região da Decápole. 32Trouxeram então um homem surdo, que falava com dificuldade, e pediram que Jesus lhe impusesse a mão. 33Jesus afastou-se com o homem, para fora da multidão; em seguida, colocou os dedos nos seus ouvidos, cuspiu e com a saliva tocou a língua dele. 34Olhando para o céu, suspirou e disse: “Efatá!”, que quer dizer: “Abre-te!” 35Imediatamente seus ouvidos se abriram, sua língua se soltou e ele começou a falar sem dificuldade.

36Jesus recomendou com insistência que não contassem a ninguém. Mas, quanto mais ele recomendava, mais eles divulgavam. 37Muito impressionados, diziam: “Ele tem feito bem todas as coisas: Aos surdos faz ouvir e aos mudos falar”.

     

- Palavra da Salvação.

   - Glória a vós, senhor.