Participe

Jovem de 23 anos é preso em Inhapim por uso de notas falsas

A imagem pode conter: 1 pessoaNesta segunda-feira (09) um jovem, de 23 anos, foi preso no Centro de Inhapim por distribuição de notas falsas.
O valor de R$ 1.130,00 (Um Mil cento e trinta reais em notas falsa), foi apreendido pela PM.

Segundo a Polícia Militar a abordagem ao suspeito foi possível após denúncias de que o jovem estaria de posse de notas falsas tentando passá-las aos comércios da cidade de Inhapim e São Sebastião do Anta. De posse das informações, os militares deram início às diligências e localizaram o suspeito dentro de uma agência bancária em Inhapim. “Foi realizado rastreamento pela cidade de Inhapim, e ao fazermos contato em todas as agências bancárias da cidade, localizamos o autor dentro da agência da Caixa Econômica Federal, sendo abordado, e ao procedemos busca pessoal, foi encontrado dentro de seu bolso uma carteira de couro e no seu interior 03 (três) notas de cinquenta reais, falsas, bem como 02 (duas) notas de dez reais, também falsas.”

Ainda de acordo com a polícia, o jovem, que não possui antecedentes criminais, relatou que teria comprado as notas falsas de um indivíduo através de um aplicativo no celular (whatssap) e que teria tentado passar as referidas notas apenas por duas vezes, na cidade de São Sebastião do Anta, porém sem sucesso. 
Questionado pela polícia, o jovem confessou que na residência dele, localizada no Córrego do Parado, zona rural de São Sebastião do Anta, havia mais notas falsas, a PM se deslocou para o local e, com autorização do dono da casa, entraram e encontraram as demais notas falsas, um total de 960,00 (novecentos e sessenta reais).

O autor foi preso em flagrante delito e, juntamente com as notas aprendidas, foi conduzido para a Superintendência Regional da Polícia Federal para demais providências.

 

Evangelho do Dia

 

Mc 7,31-37

 

Naquele tempo, 31Jesus saiu de novo da região de Tiro, passou por Sidônia e continuou até o mar da Galileia, atravessando a região da Decápole. 32Trouxeram então um homem surdo, que falava com dificuldade, e pediram que Jesus lhe impusesse a mão. 33Jesus afastou-se com o homem, para fora da multidão; em seguida, colocou os dedos nos seus ouvidos, cuspiu e com a saliva tocou a língua dele. 34Olhando para o céu, suspirou e disse: “Efatá!”, que quer dizer: “Abre-te!” 35Imediatamente seus ouvidos se abriram, sua língua se soltou e ele começou a falar sem dificuldade.

36Jesus recomendou com insistência que não contassem a ninguém. Mas, quanto mais ele recomendava, mais eles divulgavam. 37Muito impressionados, diziam: “Ele tem feito bem todas as coisas: Aos surdos faz ouvir e aos mudos falar”.

     

- Palavra da Salvação.

   - Glória a vós, senhor.