Participe

Campanha nacional de vacinação contra o sarampo começa nesta segunda-feira

Marcelo Camargo/Agência BrasilO Ministério da Saúde inicia nesta segunda-feira a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Serão duas etapas de imunização. A primeira, que vai até o dia 25 de outubro, será destinada a crianças com idades entre 6 meses e menos de 5 anos. Já na segunda fase, que ocorre entre os dias 18 e 30 de novembro, serão vacinadas as pessoas com idade entre 20 e 29 anos.
 
Apesar dos dois períodos de imunização, haverá dois Dias D para mobilização nacional, 19 de outubro e 30 de novembro. Nessas datas, que caem no sábado, todos os postos de saúde ficarão abertos. O desafio, segundo Josiane Dias Gusmão, Coordenadora Estadual de Programa de Imunizações da Secretaria de Estado de Saúde, é aumentar a cobertura vacinal de uma doença que durante muito tempo não foi mais registrada, mas voltou a aparecer.  


 
Segundo o Ministério da Saúde, o sarampo é uma doença infecciosa grave cuja transmissão ocorre por meio de tosse, fala, espirro ou até respiração próxima de outras pessoas infectadas. A única maneira de evitar a doença é pela vacina.
 
Dados divulgados no boletim epidemiológico do Ministério da Saúde na última sexta-feira (4) mostram que nos últimos 90 dias o Brasil registrou 5.404 casos confirmados de sarampo. Além disso, houve seis mortes, sendo 4 deles de pacientes menores de 1 ano.
 
Ainda conforme o boletim, o lugar de maior incidência é São Paulo, com 97% dos casos. Em segundo lugar vem a Bahia (6,64) e Sergipe (5,86).
 
A expectativa do Governo Federal é que, ao todo, sejam vacinados 39 milhões de brasileiros. Foram adquiridas, para este ano, mais de 60 milhões de doses da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Em 2020 o Ministério da Saúde vai dar continuidade à campanha.
 
 Sintomas

Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade.
 
Grávidas podem tomar a vacina contra o sarampo?
 
A vacina é contraindicada durante a gestação pois são produzidas com o vírus do sarampo vivo, apesar de atenuado. A gestação tende a diminuir a imunidade da mulher, o que deixa o sistema imunológico mais vulnerável e, por isso, a vacina pode desenvolver a doença ou complicações.
 
O recomendado pelo Ministério da Saúde é que a mulher que faça planos de engravidar tome todas as doses da vacina antes, podendo esta ser a tríplice ou a tetra viral, e mantenha toda a rotina prevista no Calendário Nacional de Vacinação atualizada, para se proteger e proteger o bebê.

Evangelho do Dia

Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019 

Lc 11,47-54

Naquele tempo, disse o Senhor: 47“Ai de vós, porque construís os túmulos dos profetas; no entanto, foram vossos pais que os mataram. 48Com isso, vós sois testemunhas e aprovais as obras de vossos pais, pois eles mataram os profetas e vós construís os túmulos.

49É por isso que a sabedoria de Deus afirmou: Eu lhes enviarei profetas e apóstolos, e eles matarão e perseguirão alguns deles, 50a fim de que se peçam contas a esta geração do sangue de todos os profetas, derramado desde a criação do mundo, 51desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e o santuário. Sim, eu vos digo: serão pedidas contas disso a esta geração. 52Ai de vós, mestres da Lei, porque tomastes a chave da ciência. Vós mesmos não entrastes, e ainda impedistes os que queriam entrar”.

53Quando Jesus saiu daí, os mestres da Lei e os fariseus começaram a tratá-lo mal, e a provocá-lo sobre muitos pontos. 54Armavam ciladas, para pegá-lo de surpresa, por qualquer palavra que saísse de sua boca.

 

- Palavra da Salvação.

 - Glória a vós, senhor.